Congresso Nacional terá número recorde de representantes ligados à Segurança Pública

Surfando na "onda Bolsonado", principal defensor do combate à criminalidade e da corrupção no Brasil, o Partido Social Liberal (PSL) terá número recorde de Representantes no Congresso Nacional e nos Estados, muitos deles ligados diretamente com a Segurança Pública. 

Teremos Praças, Oficiais, Delegados e Policiais Civis, representando a Segurança Pública no Congresso Nacional (Câmara dos Deputados e Senado Federal).

Só em São Paulo serão 7 representantes da Segurança Pública, sendo um Senador (Major Olímpio PSL)  e seis Deputados Federais: Eduardo Bolsonaro (PSL), Policial Kátia Sastre (PR), Capitão Augusto (PR), Tenente Derrite (PP), Coronel Tadeu (PSL) e General Peternelli (PSL).

Em Minas Gerais teremos 3 representantes no Congresso Nacional diretamente ligados à Segurança Pública, o Cabo Junio do Amaral (PSL), Subtenente Gonzaga (PDT) e Delegado Marcelo Freitas (PSL).

No Rio de Janeiro teremos 5 representantes no Congresso Nacional, sendo um senador Flávio Bolsonaro (PSL), e quatro Deputados Federais: Subtenente Helio Fernando (PSL), Sargento Gurgel (PSL), Major Fabiana (PSL) e Delegado Antônio Furtado (PSL).

O Partido Social Liberal (PSL) virou o "partido oficial" da Segurança Pública nas Assembleias Legislativas Estaduais e no Congresso Nacional.

Há também representantes da Segurança Pública no Congresso Nacional de outros estados.

Há também outros candidatos que não estão diretamente ligados às instituições de segurança pública mas que também defendem a mesma bandeira.