Publicado o Edital para preenchimento de 119 vagas para o cargo de ESCRIVÃO da Polícia Civil de Minas Gerais - Salário de R$ 4.098,39

Foi publicado ontem (04/07), o edital para o preenchimento de 119 (cento e dezenove) vagas para o cargo de ESCRIVÃO DA POLÍCIA CIVIL do Estado de Minas Gerais, com salário de R$ 4.098,39 (quatro mil e noventa e oito reais e trinta e nove centavos), para uma jornada de trabalho de 40 horas semanais.

Todas as vagas são destinadas para as Delegacias de Polícia do Interior do Estado.

As inscrições estarão abertas a partir do dia 12 de setembro e irão até o dia 22 de outubro de 2018, com taxa de inscrição no valor de R$ 160,00 (cento e sessenta reais) e deverão ser feitas exclusivamente por meio da internet nos endereços eletrônicos: 

São requisitos para a investidura no cargo de Escrivão de Polícia I:
a) Ter sido aprovado, classificado, em ordem decrescente de pontuação, e nomeado na forma estabelecida neste Edital. 
b) Ter idade mínima de 18 (dezoito) anos completos na data da posse. 
c) Ser brasileiro nato, naturalizado ou, em caso de nacionalidade portuguesa, estar amparado pelo Estatuto da Igualdade entre Brasileiros e Portugueses, com reconhecimento de gozo de direitos políticos, nos termos do artigo 12, §1º, da Constituição Federal. 
d) Estar em dia com as obrigações eleitorais e, em caso de candidato do sexo masculino, também, com as militares. 
e) Estar em pleno exercício de seus direitos civis e políticos. 
f) Possuir curso superior estabelecido como pré-requisito, a ser comprovado mediante a entrega de cópia autenticada do diploma ou certidão expedida por Instituição de Ensino reconhecida pelo Ministério da Educação, na data da posse.

OBS: O Curso Sequencial não é aceito pela Polícia Civil, pois, a exigência, segundo o artigo 85 da Lei Complementar nº 129/2013 (Lei Orgânica da Polícia Civil) é de GRADUAÇÃO. Veja:

Art. 85. O ingresso em cargo das carreiras a que se refere o art. 76, a realizar-se conforme o disposto no art. 83, depende da comprovação de habilitação mínima em nível superior:
I - correspondente a graduação em direito, para ingresso na carreira de Delegado de Polícia;
II - correspondente a graduação em medicina, para ingresso na carreira de Médico-Legista;
III - conforme definido no edital do concurso público, para ingresso nas carreiras de Escrivão de Polícia, de Investigador de Polícia e de Perito Criminal.
Parágrafo único. Para fins do disposto nesta Lei Complementar, considera-se nível superior a formação em educação superior, que compreende curso ou programa de GRADUAÇÃO, na forma da Lei de Diretrizes e Bases da Educação. (negrito e destaque nosso).



3 COMENTE AQUI !

Boa noite!

Caro Walyson Pinheiro,

Por favor, peça ao Bruno Júlio que nos dê uma posição sobre a REAL situação dos excedentes ao cargo de Investigador de Polícia da PCMG, edital 2014.

A impressão que muitos estão tendo é de que a "coisa morreu".

Não vemos mais nada ser falado sobre a nossa situação.

Reuniões com Seplag, sindicato, COF, chefia da PC, nunca mais foram citadas.

Está tudo muito estranho!

Neste momento a Acadepol se encontra vazia, a turma que lá estava se formou no sábado 07/07 (inclusive o Bruno Júlio postou uma foto da formatura em seu face pessoal), portanto não existe momento melhor para entrada dos excedentes do que este!

Sei que o Bruno Júlio está fazendo o que pode, não depende dele, mas sim do governo, porém desde que aconteceu aquele infortúnio com o Deputado Cabo Júlio as notícias sobre os excedentes cessaram.

A situação é extremamente delicada.

Já nos aproximamos da eleição e o governo não decide sobre nossa situação.

Espero que o senhor atenda o meu pedido e leve esta demanda até o Bruno Júlio.

Inclusive que se não for acontecer mais nenhuma nomeação, se essa é a posição final do governo, que ele nos dê essa notícia de uma vez, de forma honesta e definitiva, para que possamos seguir com nossas vidas.

O que não dá mais é continuarmos nessa incerteza e ansiedade.

Tudo tem um limite!

Agradeço-lhe a atenção.

Um abraço a você e transmita meu abraço ao Bruno também.

Obrigado.

Balas

Bom dia!!
Já repassei essa demanda ao Bruno.
Alguns dos excedentes estiveram no gabinete e conversaram diretamente com ele.
Segundo ele, foi repassado no grupo dos excedentes a situação atual.

Abraços,

Walyson Pinheiro
Administrador do Blog

Balas

Boa tarde!

Obrigado.

Walyson Pinheiro,

É possível dizer o que mais ou menos foi passado aos excedentes?

Não faço parte de nenhum grupo e me encontro fora de MG.

Se for algo sigiloso, entendo que não pode repassar por aqui, mas gostaria ao menos de saber se posso ou não manter as esperanças?

E se seria algo para agora, antes das eleições, ou ficará mesmo somente para 2019?

Abraços.

Balas

O formulário para comentários é publico, portanto seu conteúdo é de responsabilidade daqueles que postam. Os comentários aqui postados serão, assim que publicados, avaliados pelo administrador e se constatado de conteúdo impróprio ou que ofenda a moralidade ou os bons costumes será excluído.
Att,
Polícia PELA ORDEM

Emoticon