Comissão de Fiscalização Financeira e Orçamentária da ALMG aprova reajuste de salário de servidores do Ministério Público, do Tribunal de Justiça e do Tribunal de Contas do Estado

Foram aprovados nessa quarta-feira (02/05), na Comissão de Fiscalização Financiera e Orçamentária os Projetos de Lei nºs 4.872/17, 4.873/17 e 4.931/18, que versam, respectivamente, sobre a revisão anual de vencimentos e proventos dos servidores do Ministério Público, do Tribunal de Justiça e do Tribunal de Contas do Estado. 

De autoria do Procurador-Geral de Justiça, o PL 4.872/17 fixa em 4,08% o percentual da revisão anual dos vencimentos e proventos dos servidores do Quadro de Pessoal dos Serviços Auxiliares do Ministério Público do Estado de Minas Gerais, retroativo a maio de 2017. 
O PL 4.873/17, do TJMG, fixa em 3,2% o índice de revisão para os servidores da instituição, com aplicação também retroativa a maio do ano passado. A revisão também é referente ao ano de 2017.
Já o PL 4.931/18, de autoria do TCE, reajusta em 2,95% os vencimentos e proventos dos servidores da instituição. O PL fixa o percentual de revisão para aplicação a partir de janeiro de 2018 e segue o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) apurado no ano de 2017.

Os Projetos de Lei seguem agora para votação em Plenário.
Fonte: Site da ALMG


2 COMENTE AQUI !

E nós policiais militares,civis,agentes,bombeiros e demais funcionários publico com ficamos nessa?

Balas

Boa noite!

Sr.Walyson Pinheiro,

Já comentei anteriormente aqui em seu blog, e sempre obtive atenção e respostas de sua parte.

Sabedor disso, lhe faço uma pergunta:

Sei que o senhor é assessor do Deputado Cabo Júlio. Então lhe pergunto:

Com esse fechamento até o dia 10, quando será analisada a situação dos excedentes do concurso de investigador da PCMG?

Já tem perspectiva da COF a esse respeito?

Inclusive já existe até um documento do Deputado Cabo Júlio, publicado em seu face no dia 25/04, onde o mesmo pede esclarecimentos acerca da quantidade de vacâncias do cargo de investigador de polícia.

Já há alguma resposta a este documento?

Peço ao senhor, encarecidamente, que acompanhe o caso dos excedentes, e sempre que possível poste aqui em seu blog, pois somos 627 que estamos angustiados por respostas.

O senhor, como assessor do Deputado, têm acesso direto a estas informações, portanto poderia nos informar.

Muito obrigado.

Att.

Balas

O formulário para comentários é publico, portanto seu conteúdo é de responsabilidade daqueles que postam. Os comentários aqui postados serão, assim que publicados, avaliados pelo administrador e se constatado de conteúdo impróprio ou que ofenda a moralidade ou os bons costumes será excluído.
Att,
Polícia PELA ORDEM

Emoticon