Enquanto no Estado Segurança Pública está com o salário parcelado e atrasado, no Município os Guardas Municipais terão aumento de 12,53% - atualizada às 17:30h

Uma péssima notícia para o funcionalismo estadual foi divulgada ontem pelos meios de comunicação: "O Estado não teve dinheiro em caixa para pagar o funcionalismo na data prevista. Hoje, 23/11, parte do funcionalismo receberá a segunda parcela. Porém, o Secretário de Fazenda não informou quem serão os servidores que receberão hoje.

Nos dois últimos meses, apenas os militares (Policiais Militares e Bombeiros Militares), receberam a segunda parcela do pagamento em dia. Os demais servidores, inclusive os policiais civis e pensionistas da PM e BM, receberam a segunda parcela com três dias de atraso.

No início do parcelamento de salários, no começo de 2016, a primeira parcela estava sendo paga ainda no 5º dia útil e a segunda parcela era paga por volta dos dias 12 a 15 do mês, porém ao longo dos meses as parcela foram "empurradas" e hoje a primeira parcela já é paga na data em que era paga a segunda parcela.

O parcelamento e atraso dos salários tem causado grande desequilíbrio no orçamento dos servidores que tiveram contas atrasadas e com pagamento de juros, inclusive no cartão de crédito e cheque especial que têm as taxas de juros mais altas do mercado. Vários tiveram que recorrer ao empréstimo consignado que tem um juros um pouco mais baixo.

Enquanto a Segurança Pública Estadual enfrenta as dificuldades do parcelamento, atraso nos salários e a falta de reajuste pela perda inflacionária dos últimos dois anos, a PBH concedeu um reajuste de 12,53% aos Guardas Municipais de Belo Horizonte, sendo 2,53% sobre o salário base e mais 10% sobre o adicional periculosidade. Agora os Guarda Municipais de Belo Horizonte receberão 40% de adicional periculosidade. O aumento foi aprovado na Câmara Municipal no último dia 20/11.

Com o aumento concedido pela PBH os Guardas Municipais em início de carreira receberão um salário base de R$ 1.764,25 + 40% de periculosidade (R$ 705,70), acrescido de benefícios como Gratificação por Disponibilidade Integral (GDI) de R$ 294,00, adicional por exercício de atividade de risco de R$ 578,00 e vale-refeição de R$ 350,00, totalizando R$ 3.691,95. Cabe ressaltar, que os benefícios não são incorporados ao salário quando da aposentadoria.