Projeto de Lei que prevê a antecipação do CEFS já é um dos mais votados da ALMG - PLC 69/2017

O Projeto de Lei Complementar nº 69/2017, de autoria do Deputado Estadual Cabo Júlio, que prevê a antecipação do Curso Especial de Formação de Sargentos (CEFS), para os militares que entraram na Polícia Militar e no Corpo de Bombeiros Militar nos anos de 2002, 2004 e 2005, e foram promovidos à graduação de cabo com 10 anos de efetivo serviço, já tem votação expressiva no site da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), contanto com mais de 1000 (mil) votos em menos de 10 dias. 


A votação expressiva no site da ALMG vem mostrando a poder de mobilização e a força política que têm os policiais e bombeiros militares no Estado de Minas Gerais.

Além do Deputado Cabo Júlio do PMDB, a ALMG conta com mais dois representantes da segurança pública, o Deputado Sargento Rodrigues do PDT e o Deputado Coronel Piccinini do PSB. Os Parlamentares Cabo Júlio e Coronel Piccinini compõe o bloco de base do Governo na ALMG, já o Deputado Sargento Rodrigues representa a oposição.

O Projeto de Lei Complementar foi proposto pelo Deputado Cabo Júlio no dia 04 de agosto desse ano e foi recebido em Plenário no dia 08 de agosto quando recebeu o número PLC 69/17 e foi encaminhado a três Comissões, a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), a Comissão de Administração Pública (APU) e a Comissão de Fiscalização Financeira e Orçamentária (FFO), para parecer. 

Atualmente o PLC 69/2017 está aguardando a designação de relator na CCJ. O Blog Polícia PELA ORDEM estará acompanhando a tramitação do Projeto de Lei e manterá os leitores informados.



O formulário para comentários é publico, portanto seu conteúdo é de responsabilidade daqueles que postam. Os comentários aqui postados serão, assim que publicados, avaliados pelo administrador e se constatado de conteúdo impróprio ou que ofenda a moralidade ou os bons costumes será excluído.
Att,
Polícia PELA ORDEM

Emoticon