Comandante Geral dos Bombeiros atenderá pedido do Deputado Cabo Júlio para que todos os cabos promovidos em 2009 façam o CEFS ainda em 2017

Acabou agora a pouco a reunião no Comando-Geral dos Bombeiros, Cidade Administrativa, que contou com a participação do Deputado Cabo Júlio, o presidente da Central Única dos Militares Estaduais – CUME , uma comissão composta por cabos e o comandante Geral do Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais, Cel BM Gualberto.

A reunião, marcada pelo Deputado Cabo Júlio, teve a finalidade de solicitar ao Comando da Instituição que convocasse todos os cabos promovidos no ano de 2009 para a realização do Curso Especial de Formação de Sargentos (CEFS), ainda nesse ano. Na Resolução de cursos para o ano de 2017, publicada pelo Bombeiro no final do ano passado, havia a previsão de duas turmas do CEFS esse ano, porém, os cabos promovidos após setembro de 2009, oriundo do CTSP de 1999, ficaram de fora.

Na reunião o Comandante Geral do Corpo de Bombeiros reconheceu a legitimidade do pleito apresentado pelo Deputado Cabo Júlio.

Cabo Júlio destacou a sensibilidade dos Comandos da PM e do BM que não estão medindo esforços para resolver a situação desses militares, reconhecendo que a PM e o BM têm uma dívida histórica com as turmas de 1998 e 1999, que foram prejudicados pelas mudanças na legislação.

Assista o vídeo do pronunciamento do Deputado Cabo Júlio:

video





5 COMENTE AQUI !

Boa noite gostaria de saber uma informação, por favor, é verdade mesmo q a PMMG cogita voltar a cobrar somente o ensino médio nos próximos concursos do CFSD!?
Sei q é lei, aprovado pela assembleia legislativa do estado de minas gerais, q o concurso para o CFSD da PMMG sejam somente de nível superior, mas o comandante pode ordenar q volte a ser cobrado somente o nível médio se for do interesse da corporação!?

Aguardo contato.

Balas

Olá leitor!

Quanto ao seu questionamento, de agora em diante todos os concursos da PMMG terão como requisito para o ingresso o nível superior de escolaridade. Não há como voltar nessa decisão, haja vista o requisito de escolaridade estar vinculado à Lei 5.301/69, Estatuto dos Militares do Estado de Minas Gerais, inciso V do artigo 5º.

O Blog Polícia PELA ORDEM agradece a sua participação!

Walyson Pinheiro
Adm do Blog

Balas

Grato pela resposta.

Balas

Boa noite, gostaria de saber uma informação, por favor, após o termino do curso de formação de soldado combatente, se o soldado recém formado no curso, não se aptar ou não tiver vocação para ser bombeiro militar, ele pode pedir baixa da corporação a qualquer momento ou ele tem esperar um certo tempo para isto?

Aguardo contato.

Balas

Boa noite , gostaria de saber se há possibilidade de um novo concurso do corpo de bombeiros Mg para 2018 ?

Balas

O formulário para comentários é publico, portanto seu conteúdo é de responsabilidade daqueles que postam. Os comentários aqui postados serão, assim que publicados, avaliados pelo administrador e se constatado de conteúdo impróprio ou que ofenda a moralidade ou os bons costumes será excluído.
Att,
Polícia PELA ORDEM

Emoticon