Vencemos apenas o 1º round contra a PLP 257

Aprovada ontem (20/12), na Câmara dos Deputados, a PLP 257/2016 segue agora para a sanção do Presidente Michel Temer. 

O texto da PLP que foi aprovado, retira o pacote de maldades que atingiria todo o funcionalismo público do Brasil. Estados como Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro e Minas Gerais que decretaram "estado de calamidade financeira" seriam os mais prejudicados, pois teriam mais contrapartidas a cumprir, caso necessitassem de  ajuda financeira da União.

O Presidente Michel Temer já deixou claro que se os Estados quiserem o auxílio da União deverão apresentar contrapartidas para reequilibrar as contas públicas. O Ministro da Fazenda Henrique Meirelles, afirmou que sem as contrapartidas dos Estados não haverá ajuda da União. 

O texto do Projeto, aprovado no Senado, já trazia as medidas que deveriam ser adotadas pelos Estados que necessitassem de ajuda financeira. Agora as condições ou contrapartidas deverão ser apresentadas pelos próprios Estados.

Por esse motivo consideramos que apenas o "1º round" foi vencido. Devemos manter a tropa unida, agora no objetivo de cobrar do Governador Fernando Pimentel que cumpra com o compromisso de não incluir os servidores da Segurança Pública nas contrapartidas que deverão ser apresentadas à União, para que o Estado receba a ajuda financeira da União.

Agora, não somos mais militares ou civis, pois abraçamos a causa da segurança pública e estaremos juntos nessa cobrança ao Governo estadual, para que cumpra com sua palavra, pois, do contrário, a Família Segurança Pública já mostrou a sua força em Minas Gerais!


O formulário para comentários é publico, portanto seu conteúdo é de responsabilidade daqueles que postam. Os comentários aqui postados serão, assim que publicados, avaliados pelo administrador e se constatado de conteúdo impróprio ou que ofenda a moralidade ou os bons costumes será excluído.
Att,
Polícia PELA ORDEM

Emoticon