OPINIÃO do LEITOR!

Tenho algumas considerações a fazer, sendo eu, antigo, creio que deva alertar sobre alguns pontos, claro que não serei específico, pois este blog não é frequentado apenas por Policiais, então não darei a LETRA, do que é e como é….
É fato sabido, que o furto a caixa eletronico se dá com uso de explosivo, (trinitrotolueno), este amplamente usado em certa atividade licita, é produto controlado, mas, em certas regiões não recebe os devidos cuidados para sua guarda. Os tiras sabem o que me refiro. Os locais com maior incidência de furto-roubo deste produto, é no estado vizinho e regiões limitrofes, pesquisa Ricardo Escorizza dos Santos.
Então, não me admira que a prisão deles seja em Minas,
O uso do TNT, bem como os explosivos plásticos, estes detonáveis apenas por fagulha elétrica, começou a ser difundido após a revogação da LSN. Como não são produtos vendidos à varejo e tão pouco, sem identificar o comprador, os delinquentes obtém via furto. (foi apenas informativo)
Agora, vamos aos fatos, a POPULAÇÃO DE MINAS GERAIS, NÃO ALISA DELINQUENTE, quem duvidar, basta um tour em cidades pequenas, ou médias. As grandes cidades e a capital, já se contaminaram com a visão de certas pessoas que habitam o território paulista. Há inumeras cidades que não possuem plantão de Policia Civil nem Delegacia. Falo por conhecimento, mas, podem pesquisar.
A midia, noticia rebeliões em presídios naquele estado?
Lá, administrado também por integrante do mesmo partido que aqui, mas, com um povo digamos assim, de visão diferenciada em muitos assuntos. Aprecio demais o povo mineiro, são educados, hospedam com uma gentileza enorme, são gentis e amáveis, mas, experimenta pisar no “CALO DELES”.
As noticias frequentes, de explosões em caixas eletronicos, é no estado de SP, será por que?
Agora, como alguns comentaram, talvez de forma intempestiva, sobre a defesa do capital do banqueiro, pensem…
Banco nunca perde, ao primeiro sinal de prejuizo, o correntista arca com o défict.
Não é a questão da vitima ser rica, pobre, embarcar na falácia de que “tem que roubar rico mesmo” é perigoso, pois os ricos são poucos e os pobres muitos, sendo que os ricos tem a possibilidade de seguros e de morar em outro pais, enquanto o pobre, ficará aqui e arcará sozinho com o prejuizo e sofrerá as consequencias da violência.
Esta estória de “Robin Wood”, serve apenas para quem não raciocina ou raciocina pequeno. Quem acha bom que se roube os ricos, permanece omisso quando a vitima é pobre…entenderam???
Não é o valor da “res” que caracteriza o crime e sim, o modo como ocorreu a mecanica delituosa, temos o caso agora esses dias, noticiado aqui, na cidade divisa com Minas, pessoas foram atingidas por tiros, outras feitas reféns, quem menos sofreu, foram os donos dos bancos, pois os cias. seguradoras arcarão com o prejuizo, mas o final da conta, será pago com certeza pelo cliente.
Antes, de colocarmos opiniões na midia, principalmente numa do calibre e do alcance do Flit, devemos pensar bastante, pois, leem pessoas do nosso meio e pessoas que não fazem parte do corpo, E O QUE EXTERNAMOS?

é o que penso

C.A.

publicado ontem (24/02/2014) às 19:50h


O formulário para comentários é publico, portanto seu conteúdo é de responsabilidade daqueles que postam. Os comentários aqui postados serão, assim que publicados, avaliados pelo administrador e se constatado de conteúdo impróprio ou que ofenda a moralidade ou os bons costumes será excluído.
Att,
Polícia PELA ORDEM

Emoticon