Cabo e sargento da PM são baleados dentro de bar em Contagem

Segundo a PM, o crime pode ter sido motivado por vingança. O atirador havia jurado de morte um dos policiais. Ele invadiu o bar e baleou os dois policiais e um comerciante

Luana Cruz - Estado de Minas

Um cabo e um sargento da Polícia Militar (PM) foram baleados dentro de um bar na madrugada desta segunda-feira, em Contagem, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Segundo a PM, o crime pode ter sido motivado por vingança, porque o atirador havia jurado de morte um dos policiais que o prendeu há alguns meses. 

O cabo Anderson, lotado no 33º Batalhão da PM, e o sargento Matias, da 1ª Companhia de Missões Especiais, estavam de folga e juntos no estabelecimento. O atirador chegou atirando e assustou os clientes do bar. O cabo foi atingido no peito e encaminhado em estado grave para o Hospital João XXII. O sargento está ferido no abdômen e foi para a mesma unidade de saúde.

Um terceira vítima também foi atingida pelos tiros. O comerciante e dono do bar, Eduardo Miranda da Silva, 42 anos, foi baleado na perna e levado para o Hospital Municipal de Contagem. 

Segundo a polícia, o suspeito do crime já foi identificado, porém continua solto. Ele é ex-presidiário com passagens por tráfico de drogas e homicídios. O homem teria ido ao bar acompanhado da mulher, que também é procurada pela PM. 

Na última semana, uma cabo da PM foi baleado quando participava de uma perseguição a dois homens que assaltaram uma casa e fugiram em um veículo roubado no Bairro Glória, Região Noroeste de BH. Os criminosos abandonaram o carro e seguiram fuga a pé. Um dos bandidos atirou na cabeça do cabo Gladstone Alexandre Soares Bernardo, de 39 anos. Ele morreu um dia depois do crime no Hospital Odilon Behrens.


O formulário para comentários é publico, portanto seu conteúdo é de responsabilidade daqueles que postam. Os comentários aqui postados serão, assim que publicados, avaliados pelo administrador e se constatado de conteúdo impróprio ou que ofenda a moralidade ou os bons costumes será excluído.
Att,
Polícia PELA ORDEM

Emoticon