Taxa de homicídio doloso de janeiro a abril é a menor do Rio de Janeiro em 21 anos

Já o indicador de Roubo de Veículo confirma crescimento neste tipo de crime

Agência Brasil / Estado de Minas

O número de homicídios dolosos no estado do Rio de Janeiro, nos primeiros quatro meses do ano, foi o menor de toda a série histórica iniciada em 1991, totalizando 21 anos. Segundo dados divulgados, nesta sexta-feira, pelo Instituto de Segurança Pública (ISP), em 2012 foram registradas 1.436 vítimas no primeiro quadrimestre, uma queda de 8,9% em relação ao mesmo período de 2011 (1.577).

O processo de redução dos homicídios dolosos - cometidos intencionalmente - coincide com as primeiras ações de pacificação em favelas do Rio de Janeiro. Esse indicador atingiu o seu maior índice em 1995, quando foram registrados 3.189 óbitos.

O levantamento dos índices estratégicos de criminalidade da Secretaria de Estado de Segurança Pública aponta bons resultados em roubo de rua e letalidade violenta, dois dos três principais indicadores de violência, nos quatro primeiros meses do ano, em comparação com o mesmo período de 2011. Roubo de veículo, no entanto, teve crescimento.

O indicador de Letalidade Violenta - homicídio doloso, latrocínio (roubo seguido de morte), auto de resistência (quando um policial mata em confronto) e lesão corporal seguida de morte - caiu 11,8% de janeiro a abril. Foram 1.644 vítimas, contra 1.864 no mesmo período de 2011. Nesse indicador, o resultado acumulado do ano foi o menor desde 2000, que registrou 2.372 vítimas. 

Outro indicador estratégico, Roubo de Rua - incluindo roubo a transeunte, roubo de aparelho celular e roubo em coletivo "apresentou redução em todos os índices. No acumulado de janeiro a abril, em comparação com o mesmo período de 2011, verificou-se queda de 3.282 roubos. Foram 20.587 registros em 2012, contra 23.869 em 2011. Nesse caso, houve uma redução de 13,8%.

Já o indicador de Roubo de Veículo atingiu no período 25,8%, "um crescimento que confirma a tendência de alta dos últimos meses e que vem recebendo atenção especial das Polícias Civil e Militar", segundo avaliação do próprio ISP. De acordo com o instituto, a Secretaria de Segurança vem realizando, desde março, operações para reverter o aumento desse crime.


O formulário para comentários é publico, portanto seu conteúdo é de responsabilidade daqueles que postam. Os comentários aqui postados serão, assim que publicados, avaliados pelo administrador e se constatado de conteúdo impróprio ou que ofenda a moralidade ou os bons costumes será excluído.
Att,
Polícia PELA ORDEM

Emoticon