Advogado de Carolina Dieckmann reclama que faltam leis para crimes na internet


Carolina Dieckmann e o marido prestaram depoimento por seis horas ontem (Gil Rodrigues/Esp. Aqui/D.A Press )
Carolina Dieckmann e o marido prestaram depoimento por seis horas ontem

O advogado da atriz Carolina Dieckmann, Antônio Carlos de Almeida Castro, criticou a falta de legislação no Brasil para crimes contra a informática. Nessa segunda-feira, durante o depoimento da atriz em delegacia especializada no Rio de Janeiro, ele disse não ter dúvidas de que o responsável pelo vazamento de fotos íntimas da atriz será identificado, mas ressaltou: “É importante que esse fato sirva para discutir a questão da internet no Brasil. Nós não temos uma legislação específica e isso virou um flagelo para as pessoas”.

A atriz e o marido prestaram depoimento por cerca de seis horas. Segundo o advogado, Carolina Dieckmann também entregou o computador à polícia para que possa ser periciado. Ele ressaltou que o responsável pelo vazamento da fotos responderá por extorsão, publicidade indevida, difamação e furto.

Desde a última sexta-feira, foram publicadas na internet diversas fotos em que a atriz aparece nua e em situações de intimidade. Segundo o advogado da atriz, "desde o primeiro momento tentaram fazer uma extorsão, e ela imediatamente reagiu e tomou providências com conhecidos na área de segurança". A atriz foi orientada a responder aos contatos com intuito de obterem um flagrante, mas as fotos acabaram sendo divulgadas. Segundo o advogado, Carolina vinha sofrendo a tentativa de extorsão há duas semanas, por meio de telefonemas e e-mails. O empresário da atriz também foi contatado.


O formulário para comentários é publico, portanto seu conteúdo é de responsabilidade daqueles que postam. Os comentários aqui postados serão, assim que publicados, avaliados pelo administrador e se constatado de conteúdo impróprio ou que ofenda a moralidade ou os bons costumes será excluído.
Att,
Polícia PELA ORDEM

Emoticon