Após briga, torcedores de Atlético e Cruzeiro terão de doar sangue como medida educativa

A punição foi proposta pelo Ministério Público após o confronto das torcidas no início de fevereiro no Bairro Padre Eustáquio. Na ocasião, duas pessoas ficaram gravemente feridas e 20 pessoas foram detidas

João Henrique do Vale - Estado de Minas

Depois de protagonizarem cenas lamentáveis de violência no Bairro Padre Eustáquio, Região Noroeste de Belo Horizonte, no início deste mês, torcedores do Atlético e do Cruzeiro vão dar um bom exemplo nesta quarta-feira. Como medida educativa imposta pelo Ministério Público de Minas Gerais (MPMG), 50 integrantes das torcidas organizadas Esquadrão Atleticano e Pavilhão Independente (Cruzeiro) doarão sangue na Fundação Hemominas. Caso descumpram a determinação, as duas agremiações ficarão proibidas de entrar qualquer estádio com bandeiras, instrumentos musicais e faixas que possam indentificá-las. 

O confronto entre as duas torcidas foi marcado pela internet e aconteceu na Praça São Vicente. Na briga, duas pessoas ficaram gravemente feridas e pelo menos 20 foram detidas. Um dos feridos teve trauma grave de face e o outro uma fratura do braço esquerdo e cortes na cabeça. Com os detidos foram apreendidos cerca de 10 bastões e duas facas. 

Inicialmente, o MP definiu que as duas torcidas teriam de ficar afastadas dos estádios. Porém, durante uma reunião realizada em 16 de fevereiro entre o órgão, as polícias Militar (PMMG) e Civil do Estado de Minas Gerais, Federação Mineira de Futebol (FMF) e a Comissão de Monitoramento da Violência em Eventos Esportivos e Culturais (Comoveec), ficou decidida a medida educativa. 

Foi criada uma campanha designada de Torcida Solidária, com doação de sangue do dia 16 ao dia 29 de fevereiro deste ano. A Comoveec está monitorando as doações realizadas e entregará um relatório ao MP no prazo máximo de dez dias após o término das doações. 

O promotor de Justiça Edson Antenor de Paula afirmou que o MP não vai tolerar as brigas entre as torcidas e não descarta a extinção das organizadas caso haja mais confrontos.


O formulário para comentários é publico, portanto seu conteúdo é de responsabilidade daqueles que postam. Os comentários aqui postados serão, assim que publicados, avaliados pelo administrador e se constatado de conteúdo impróprio ou que ofenda a moralidade ou os bons costumes será excluído.
Att,
Polícia PELA ORDEM

Emoticon