Estudante sofre tentativa de estupro dentro da Fumec

Jovem foi abordada dentro do banheiro da instituição por suspeito. Homem também seria aluno da universidade
Estado de Minas
Publicação: 03/11/2011 22:10 Atualização: 04/11/2011 08:19
Estudantes postaram fotos da movimentação dos policiais no campus da Fumec (Reprodução/Twitter/Pedro Villalobos)
Estudantes postaram fotos da movimentação dos policiais no campus da Fumec

Uma estudante sofreu uma tentativa de estupro na noite desta quinta-feira dentro da Universidade Fumec, no Bairro Cruzeiro, Região Centro-Sul de Belo Horizonte. Segundo Pedro Villalobos, aluno da faculdade, o crime ocorreu dentro de um dos banheiros localizados no subsolo do prédio da Faculdade de Ciências Empresariais (Face), pouco antes do intervalo das aulas. A jovem foi salva por estudantes que ouviram seus gritos.

"Parece que ele (o agressor) já estava dentro do banheiro, na hora do intervalo. Ele a agarrou por trás quando ela lavava as mãos e tapou a boca dela", conta Pedro, que é colega da vítima.

Aluna agredida sofreu um corte no supercílio ao lutar com agressor (Marcos Vieira/D.A.Press)
Aluna agredida sofreu um corte no supercílio ao lutar com agressor
"Segundo o estudante, alunos de uma sala em frente ao banheiro ouviram grito e barulho e invadiram o local. "Se não tivessem agido rápido, o caso poderia ter sido muito mais grave", avalia Pedro. A vítima, que tem 28 anos e é aluna do curso de Marketing, sofreu um corte no supercílio, uma lesão na nuca e teve cabelos arrancados pelo agressor. Ela dispensou atendimento médico.

"Falaram (alunos do campus) que ele (o agressor) também é aluno da Fumec, do curso de Administração, e chama Leonardo", destaca o estudante. Segundo ele, o rapaz foi levado pelos alunos, orientados pelos corrdenadores de curso, para uma sala isolada. Ele permaneceu lá, sob escolta dos seguranças, até a chegada da Polícia Militar.

A PM confirmou que o agressor é aluno da instituição e tem 19 anos. Um colega de sala dele contou à reportagem que ele é muito introspectivo e dá indícios de que sofre de algum distúrbio psicológico.

Por meio do Twitter, alunos da faculdade demonstravam indignação pelo ocorrido. Pedro Villalobos chegou a postar um vídeo (veja abaixo) que mostra o momento em que o agressor é conduzido pelos policiais militares até uma das várias viaturas do 22º Batalhão da PM que estavam parados na porta da faculdade. Os universitários demonstravam vontade de linchar o agressor, o que foi impedido, num primeiro momento, pelos funcionários da faculdade e, depois, pelos policiais militares.

O agressor e a vítima foram levados para a delegacia. De lá, a jovem seria encaminhada para o Instituto Médico-Legal para ser submetida a exame de corpo de delito. Em entrevista ao Estado de Minas, a jovem agredida relatou que nunca tinha visto o agressor dentro do campus. Ela acredita que ele entrou no banheiro esperando atacar a primeira menina que entrasse.

Em nota, a Fumec informou que tomou todas as providências cabíveis e prestou assistência à aluna. Segundo a universidade, o caso foi encaminhado para a polícia para apuração e resolução dos fatos. A Fumec afirma ainda que, internamente, adotará as medidas necessárias.

Na portaria do campus, o repórter foi impedido de entrar e nenhum responsável pela faculdade quis se pronunciar. (Com informações de Landercy Hemerson)

Um vídeo postado no Youtube mostra o momento em que o agressor deixa o campus acompanhado por policiais do 22º Batalhão da Polícia Militar:


O formulário para comentários é publico, portanto seu conteúdo é de responsabilidade daqueles que postam. Os comentários aqui postados serão, assim que publicados, avaliados pelo administrador e se constatado de conteúdo impróprio ou que ofenda a moralidade ou os bons costumes será excluído.
Att,
Polícia PELA ORDEM

Emoticon