Polícia Civil de Minas está mobilizada para chegada de criminosos presos em SP


Quén Quén e Pezão foram presos em Praia Grande e srão trazidos para BH em avisão da Defesa Social de Minas. Eles faziam parte da lista de supeitos mais procurados do estado

Luana Cruz - Estado de Minas
Publicação: 06/10/2011 09:19
A Polícia Civil de Minas Gerais está mobilizada para a chegar dos dois criminosos presos em Praia Grande, São Paulo. Equipes da polícia mineira estão no estado vizinho para acompanhar a saída de Bruno Rodrigues de Souza, o Quén Quén, e Ângelo Gonçalves de Miranda Filho, de 29 anos, conhecido como Pezão. Eles faziam parte da lista de suspeitos mais procurados de Minas. Os criminosos serão trazidos para BH em avião da Defesa Social do estado e devem chegar a tarde na capital mineira. 

Quén Quén era foragido da Penitenciária de Teófilo Otoni, na Região do Vale do Mucuri. Segundo a polícia, no dia 11 de agosto, ele baleou dois policiais da Divisão de Crimes Contra Vida que faziam uma operação no Bairro Califórnia, na Região Nordeste de BH. Ainda de acordo com a polícia, Quén Quén, é homicida, assaltante, traficante e suspeito de integrar o Primeiro Comando da Capital (PCC) em Minas. Também é acusado de matar um agente penitenciário na Avenida Waldomiro Lobo no último dia 27 de agosto. 

Pezão também conhecido como Anjinho é acusado de homicídio, tentativa de homicídio, tráfico de drogas, roubo, formação de quadrilha e porte ilegal de arma de fogo.


O formulário para comentários é publico, portanto seu conteúdo é de responsabilidade daqueles que postam. Os comentários aqui postados serão, assim que publicados, avaliados pelo administrador e se constatado de conteúdo impróprio ou que ofenda a moralidade ou os bons costumes será excluído.
Att,
Polícia PELA ORDEM

Emoticon