Ministério Público pune torcidas organizadas de time de MG


Do G1
O Ministério Público do Estado de Minas Gerais (MPE) determinou, nesta sexta-feira (2), que duas torcidas organizadas do Atlético-MG cumpram medidas educativas após uma briga envolvendo integrantes dos grupos, no dia 28 de agosto.
A confusão ocorreu durante o jogo entre Atlético-MG e Cruzeiro, no estádio Joaquim Henrique Nogueira, conhecido como Arena do Jacaré, em Sete Lagoas, na Região Central do estado. A determinação do MPE proíbe que torcedores usem faixas, bandeiras, instrumentos musicais e acessórios que as identifique nos estádios.
Ainda de acordo com o Ministério Público, a punição deve durar até o fim do Campeonato Brasileiro deste ano e deve ser aplicada em todos os estádios do Brasil.
Segundo informações da polícia, os envolvidos na briga são investigados e podem ser responsabilizados criminalmente pelo ocorrido.


O formulário para comentários é publico, portanto seu conteúdo é de responsabilidade daqueles que postam. Os comentários aqui postados serão, assim que publicados, avaliados pelo administrador e se constatado de conteúdo impróprio ou que ofenda a moralidade ou os bons costumes será excluído.
Att,
Polícia PELA ORDEM

Emoticon