Destaques do Jornal Estado de Minas


Polícia dá dicas para população evitar golpes em caixas eletrônicosA polícia apresentou dispositivos usados pelas quadrilhas para praticarem os crimes

Publicação: 23/09/2011 11:20 Atualização: 23/09/2011 11:40
Dispositivo apresentado pela Polícia Civil  (Reprodução TV Alterosa)
Dispositivo apresentado pela Polícia Civil
Em meio a onda de golpes a clientes bancários em caixas eletrônicos, a Polícia Civil apresentou, na manhã desta sexta-feira, dispositivos usados pelas quadrilhas para praticarem os crimes e aproveitou para alertar a população. Segundo o delegado Islande Batista, geralmente, os golpistas usam dois tipos de dispositivos. Um deles é o “chupa cabra”, onde os criminosos acoplam um equipamento que retém o cartão  e filma todos os dados digitados pelo cliente. Com as informações, os criminosos clonam o cartão da vítima.

Outra forma de ação com esse mesmo dispositivo, é, depois que retém o cartão, um integrante da quadrilha se dispõe a ajudar à vítima, oferecendo um celular para ela falar com o banco. Do outro lado da linha tem um comparsa que, fingindo ser um funcionário da instituição, pega os dados do cliente. Em seguida, o criminoso que presta a falsa a ajuda, retira o cartão da vítima e passa para ela um cartão falso.

Outro dispositivo usado nos golpes é o “pescador”, onde os agentes roubam os envelopes de depósitos dos clientes. O equipamento, geralmente com fita de nylon, retém o envelope e o depósito não é realizado, mesmo a máquina emitindo o comprovante. Segundo o delegado, os clientes devem ficar atentos e evitar situações de risco. “Esse tipo de crime ocorre, geralmente, fora do horário comercial e nos fins de semana, devido a pouca movimentação de pessoas nas agências. Se precisar fazer alguma operação financeira, procures lugares movimentados” aconselha. 

Conforme o delegado, esse crimes de estelionato é de responsabilidade da instituição bancária, exceto, se o cliente entregar o cartão dele a terceiros. A pena para a pessoa que for flagrada aplicando o golpe é de 1 a 4 anos de prisão.

Dicas de segurança

  • Sempre observar o estado dos caixas eletrônicos;
  • Verificar se o dispositivo de inserir o cartão é fixo;
  • Verificar se tem algum acessório;
  • Identificar se tem fios aparecendo ou tampa aberta;
  • Verificar quando fazer depósitos, se não tem nenhum dispositivo estranho;
  • Não aceitar ajuda de desconhecidos;
  • Nunca entregar o cartão para estranhos;
  • Observar depois que terminar o operação se o cartão não é falso.

Blitzes da Lei Seca reduzem 30% de acidentes nos fins de semana de BHBalanço da Secretaria de Estado de Defesa Social mostra que a campanha "Sou pela Vida. Dirijo sem Bebida" tem efeito direto na segurança do trânsito da capital

Publicação: 23/09/2011 10:00 Atualização: 23/09/2011 10:11
As blitzes da Lei Seca em Belo Horizonte etão flagrando motorista embriagados e também reduzindo acidentes. É o que afirma a Secretaria de Estado de Defesa Social (Seds). O balanço de dez semana da campanha “Sou pela Vida. Dirijo sem Bebida” revela que as ocorrências de trânsito na capital diminuíram 30,37% nas madrugadas dos fins de semana. A média de acidentes entre 0h e 5h caiu de 18,79 registros, nos meses anteriores as fiscalizações, para 13,10.

De acordo com a Seds, a redução é maior nas madrugadas de sexta para sábado, chegando a 46%. Antes da campanha, era registrada uma média de 7,61 acidentes com vítima entre 23h de sexta e 5h de sábado. O número caiu para 4,10 registros nos dois primeiros meses de blitzes. Acidentes de trânsito sem vítima também reduziram, a média por fim de semana caiu de 41,46 para 37 ocorrências, levando em conta o intervalo de 23h às 5h. Os números representam queda de 10,77%.

As blitzes rigorosas em BH começaram em 14 de julho deste ano. As ações são realizadas de forma integrada, entre a Polícia Militar, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros, Guarda Municipal e BHTrans, e acontecem, preferencialmente, entre quarta-feira e domingo. No último fim de semana foram registrados 12 crimes e 25 infrações de trânsito por embriaguez.

Em dez semanas de campanha, foram abordados 4.814 veículos. Confira abaixo o balanço de infrações:

- 322 motoristas flagrados com teor etílico entre 0,14mg/l e 0,33 mg/l
(Penalizados com multa em R$ 957,70 e com recolhimento de carteira)

- 120 motoristas flagrados com teor etílico acima de 0,34 mg/l
(Penalizados com multa em R$ 957,70, com recolhimento de carteira e processo criminal)


Incêndio destrói veículos no pátio da Polícia Civil em CaetéAs chamas começaram por volta de 10h e atingiram carro, caminhões e ônibus. O fogo espalhou rapidamente e houve explosões

Publicação: 23/09/2011 11:07 Atualização: 23/09/2011 11:13
Um incêndio no pátio da Polícia Civil em Caeté, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, mobilizou equipes do Corpo de Bombeiros de Sabará e Nova União. O fogo destruiu carros, caminhões e ônibus dentro da delegacia, na Rua Rio Branco, no Centro da cidade.

De acordo com o delegado Bruno Afonso, o fogo começou em pequenas proporções, mas se alastrou rapidamente. Houve várias explosões no pátio, onde ficam os veículos apreendidos pela policia. Segundo o delegado, muita fumaça tomou conta da delegacia. Ainda não foi possível determinar como as chamas começaram. “Não sabemos se foi um incêndio criminoso ou se foi provocado pela seca aqui na região”, afirma Afonso.


O formulário para comentários é publico, portanto seu conteúdo é de responsabilidade daqueles que postam. Os comentários aqui postados serão, assim que publicados, avaliados pelo administrador e se constatado de conteúdo impróprio ou que ofenda a moralidade ou os bons costumes será excluído.
Att,
Polícia PELA ORDEM

Emoticon