PF prende duas mulheres acusadas de clonar dados de contas de clientes de banco


Luiz Ribeiro - Estado de Minas
Publicação: 13/08/2011 11:06 Atualização:
A pessoa, para se prevenir de roubo e assaltos, deposita o dinheiro no banco e só usa cartão nos seus pagamentos e só faz saque em caso de emergência. Mesmo quem adota essa “preucação” não é imune de roubo. Foram presas pela Policia Federal, nessa sexta-feira, em Montes Claros, duas mulheres, que, de acordo com as investigações, vinham roubar até mesmo das pessoas que não pegam em dinheiro, recorrendo à tecnologia.



Conforme a PF, a analista de sistemas Greice Lilian Brito Melo, de 30 anos, e a comerciária Tatiane Alexsandra Silva, de 31, desenvolveram um sistema, pelo qual conseguiam clonar dados de contas de clientes da Caixa Econômica Federal. Depois da clonagem, elas sacavam dinheiro nas contas. Greice e Tatiane, que foram presas em suas casas, levavam a vida frequentando restaurantes e casas noturnas movimentadas da cidade, sem levantar nenhum tipo de suspeita. Segundo as investigações, elas montaram um equipamento de micro câmera (“chupa cabra”) dentro dos caixas eletrônicos, que filmavam os dados digitados pelos clientes. As informações eram transmitidas – via online – para um computador, instalado em um carro. Por isso, as informações eram “transmitidas” somente em determinados horários, quando as golpistas estacionavam o carro perto de alguma agência da CEF.

A Policia Federal descobriu que o golpe vinha sendo aplicado em Montes Claros, Pirapora e Curvelo. Em apenas duas semanas de monitoramento, Greice e Tatiane lesaram 36 vítimas, segundo a PF. Com elas, foram encontrados R$ 11 mil em dinheiro, sendo apreendidos tres carros e seis escrituras de imóveis na cidade. Mas, o patrimônio das duas acusadas ainda está sendo levantado pela Policia Federal, que investiga ainda o
envolvimento de uma terceira pessoa nos golpes


O formulário para comentários é publico, portanto seu conteúdo é de responsabilidade daqueles que postam. Os comentários aqui postados serão, assim que publicados, avaliados pelo administrador e se constatado de conteúdo impróprio ou que ofenda a moralidade ou os bons costumes será excluído.
Att,
Polícia PELA ORDEM

Emoticon