Opinião


Para onde caminha o nosso País

Por Walyson Pinheiro

Em menos de uma semana várias notícias sobre a violência se tornaram destaques na imprensa e tem colocado em xeque as formas de combate à criminalidade, que cresce a proporções geométricas e enfrentam autoridades e leis, despreocupados com as conseqüências.

Talvez por acreditarem na impunidade, ou ainda, na defesa de seus "direitos humanos".
São pessoas, se é que assim podemos tratá-los, que desprezam o maior dos direitos garantidos em nossa Constituição, "a VIDA" e tem ao contrário de nós, "meros mortais", deputados e políticos inteiramente a sua disposição para defenderem os seus direitos. 
Qual de vocês, cidadãos que pagam seus impostos e obedecem às leis, tem a sua disposição políticos para defender os seus direitos?
Qual de vocês já recebeu a visita de um deles, para saber se precisam de apoio quando um de seus familiares morreu na fila de um hospital sem receber o atendimento médico? ou ainda, quando um de seus familiares (se é que você também já não foi vítima) foi vítima de um roubo, e ficou traumatizada com a ação dos marginais que o agrediram.
Eles estão interessados em defender o "lado" deles, e não de representar a vontade do povo como é a sua função. Claro que não estamos falando de todos os políticos, "toda regra tem a sua exceção", e esse é o problema, políticos corruptos estão se tornando regra em nosso país.
E nós temos aceitado isso.
É de admirar quando a nossa "presidenta" se indignou com as prisões dos corruptos do Ministério do Turismo, somente porque a polícia federal utilizou de algemas, para conduzi-los. Segundo ela “ocorreu um abuso” por parte dos policiais, pois feriu a dignidade da pessoa humana, do coitado do CORRUPTO. 
O Brasil deveria tomar como exemplo os EUA, onde todos têm o mesmo tratamento, ou seja, todos são iguais perante a lei, são algemados e levados a julgamento e punidos para servirem de exemplo e coibir novas ações delituosas.
Mas, aqui é Brasil e aquele que rouba "galinha" vai preso e aquele que "desvia" R$ 1bilhão dos cofres públicos, dinheiro que iria para a educação, para a saúde, e até mesmo para a segurança, permanece livre, livre do cárcere, livre das acusações, livre para servir de exemplo!
Segundo dados da Federação das Indústrias de São Paulo, a corrupção no Brasil custa entre R$ 41,5 bilhões e R$ 69,1bilhões ao bolso dos contribuintes.
Está ocorrendo uma inversão de valores em nosso país. Presos, familiares de presos, bandidos, corruptos, e toda a escória da sociedade, estão tendo mais direitos do que os verdadeiros cidadãos, aqueles que cumprem as suas obrigações sociais e morais. E o mais preocupante, é isso que estamos ensinando aos nossos jovens.
Estamos pagando um alto preço, pagando com a vida de pessoas de bem. Eles já não temem nem mesmo as autoridade legalmente constituídas, matam policiais, agentes penitenciários, guardas municipais, e até JUÍZES, demonstrando uma afronta ao Estado e às Leis.

Temos que repensar nossos valores, no preço de levantar uma falsa bandeira de “direitos humanos”, pois aos poucos estamos decretando aos cidadãos de bem, penas de prisão ou de morte em detrimento aos direitos e liberdade dos infratores.


O formulário para comentários é publico, portanto seu conteúdo é de responsabilidade daqueles que postam. Os comentários aqui postados serão, assim que publicados, avaliados pelo administrador e se constatado de conteúdo impróprio ou que ofenda a moralidade ou os bons costumes será excluído.
Att,
Polícia PELA ORDEM

Emoticon