Inquérito investiga PM e ex-militares suspeitos de matar sob encomenda


Segundo a polícia, eles já teriam cometido outros homicídios na região.
Grupo teria matado homem e ferido duas pessoas em Tumiritinga (MG).


A polícia abriu inquérito para investigar um policial militar e dois ex-PMs suspeitos de matar um homem sob encomenda em Tumiritinga, na Região Leste de Minas Gerais, neste domingo (31). A mãe da vítima teria relatado à polícia que, antes do crime, o filho teria sofrido ameaças.

O carro da vítima, de 38 anos, teria sido perseguido pelos suspeitos e alvejado por tiros. Segundo a polícia, um irmão da vítima e uma mulher também foram atingidos.
Os policiais, que trabalhavam no 43º Batalhão da Polícia Militar de Governador Valadares, foram presos no domingo (31) e autuados em flagrante na Delegacia Regional da cidade. “Já determinei a apuração dos fatos administrativamente, garantindo o rito processual, o direito a ampla defesa contraditório e poderá resultar, inclusive, na demissão do serviço público, assim como resultou para os outros em outros tempos”, informou o tenente-coronel da Polícia Militar (PM) Ademir Ribeiro.
O delegado Jeferson Botelho, de Governador Valadares, informou que os dois ex-militares e o policial são suspeitos de cometer outros homicídios na região.
A polícia apreendeu com os suspeitos três armas, munições e um carro que podem ter sido usados no crime, além de dinheiro.
O policial militar suspeito de envolvimento no crime foi encaminhado à carceragem do 6º Batalhão da PM e permanece à disposição da Justiça.
A mulher que ficou ferida foi internada no hospital municipal de Governador Valadares.
Fonte: Site G1


O formulário para comentários é publico, portanto seu conteúdo é de responsabilidade daqueles que postam. Os comentários aqui postados serão, assim que publicados, avaliados pelo administrador e se constatado de conteúdo impróprio ou que ofenda a moralidade ou os bons costumes será excluído.
Att,
Polícia PELA ORDEM

Emoticon