Garota de programa mata cliente a facadas no Sul de Minas


A mulher, que é surda e muda, já têm várias passagens pela polícia e estava em liberdade condicional


Estado de Minas
Um crime chocou a cidade de Divisa Nova, na Região Sul de Minas, na madrugada desta quarta-feira. Um lavrador foi morto a facadas por uma garota de programa surda e muda. A polícia acredita que o homem não teria dinheiro para pagar o programa. “Ele é um cara muito simples, por isso acreditamos nesta hipótese”, afirma o soldado Wesley de Souza Santos.

De acordo com a Polícia Militar, por volta das 2h30, Dorotéia Célia de Souza, de 21 anos, foi até a casa do lavrador Antônio Sebastião da Cunha, de 52 anos, que mora sozinho. No local, eles teriam consumido bebidas alcoólicas. Os dois teriam se desentendido e, durante a briga, a mulher pegou uma faca e golpeou o lavrador nas costas e depois no olho direito. O objeto ficou cravado no rosto da vítima. 

Vizinhos ouviram gritos e depararam com a suspeita saindo da casa apavorada e correndo pela rua. A polícia foi acionada e conseguiu prender a jovem a três quarteirões da casa. 

Dorotéia tem passagens pela polícia por uso de drogas e já foi presa por três vezes. Atualmente, cumpria pena em regime semiaberto. “Ela sempre age da mesma forma. Ludibria as vítimas e as leva para fazer o programa na casa delas. No local, acabava furtando dinheiro e alguns objetos”, conta o soldado.  

A jovem foi encaminhada para a delegacia de Cabo Verde, onde foi autuada em flagrante. O corpo do lavrador foi periciado e encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML) de Poços Caldas.


O formulário para comentários é publico, portanto seu conteúdo é de responsabilidade daqueles que postam. Os comentários aqui postados serão, assim que publicados, avaliados pelo administrador e se constatado de conteúdo impróprio ou que ofenda a moralidade ou os bons costumes será excluído.
Att,
Polícia PELA ORDEM

Emoticon