Agente penitenciário é preso ao levar maconha, cocaína e celulares para o Ceresp Betim


Rapaz de 25 anos já estava sendo monitorado pelo serviço de inteligência da Suapi

Publicação: 12/08/2011 20:56 Atualização:
Um agente penitenciário foi preso em flagrante nesta sexta-feira quando tentava entrar com drogas e celulares no Centro de Remanejamento do Sistema Prisional (Ceresp) Betim, onde trabalha. De acordo com a Secretaria de Estado de Defesa Social (Seds), ele já era monitorado.


Lorenzzo Cassemiro Cesário Dantas, de 25 anos, trabalhava no Ceresp Betim desde 2009, como agente penitenciário efetivo. Já recaía sobre ele suspeita de tráfico de drogas dentro da unidade prisional e, por isso, o Serviço de Inteligência da Subsecretaria de Administração Prisional (Suapi) o investigava e esperava uma atitude suspeita para abordá-lo.

Segundo a Seds, Lorenzzo foi trabalhar de carro nesta sexta-feira e tentou entrar com o veículo dentro da unidade. Neste momento os agentes do serviço de inteligência aproveitaram para revistar o carro. Dentro dele encontraram 600 gramas de maconha e outros 300 de cocaína, além de oito aparelhos celulares e dez chips.

O agente penitenciário foi preso em flagrante pela Polícia Civil, que abriu inquérito para investigar a atuação dele dentro do Ceresp. A Seds, por sua vez, abriu um procedimento interno para averiguar o caso.


O formulário para comentários é publico, portanto seu conteúdo é de responsabilidade daqueles que postam. Os comentários aqui postados serão, assim que publicados, avaliados pelo administrador e se constatado de conteúdo impróprio ou que ofenda a moralidade ou os bons costumes será excluído.
Att,
Polícia PELA ORDEM

Emoticon