Polícia reforça segurança em prédios da Noruega após ataques

O Exército e a polícia da Noruega reforçaram a segurança em torno dos prédios e instituições potencialmente ameaçados neste sábado, um dia após o duplo atentado que deixou ao menos 87 mortos na região de Oslo.


No entanto, as autoridades suspenderam a orientação para que a população permaneça fora do centro da capital norueguesa, alvo de uma violenta explosão na zona da sede do governo.

"A zona da sede do governo permanecerá isolada até nova ordem. A polícia e o Exército vão proteger os prédios e as instituições sob potencial ameaça", informou a polícia de Oslo. "A situação no centro de Oslo já não é caótica e a orientação para evitar a região foi suspensa", destacou a polícia.

A explosão no centro da capital deixou sete mortos e nove feridos graves. A ação mais sangrenta ocorreu na ilha de Utoya, onde um atirador matou 80 pessoas, a maioria jovens, em uma colônia de férias do Partido Trabalhista, no poder.

Segundo a imprensa local, o atirador é um homem de 32 anos, de nacionalidade norueguesa, ligado a movimentos de extrema direita. Testemunhas do ataque na ilha de Utoya revelaram que o homem - com traços nórdicos e que falava norueguês - disparou contra as vítimas com um fuzil automático.



Fonte: Site do Jornal Estado de Minas



O formulário para comentários é publico, portanto seu conteúdo é de responsabilidade daqueles que postam. Os comentários aqui postados serão, assim que publicados, avaliados pelo administrador e se constatado de conteúdo impróprio ou que ofenda a moralidade ou os bons costumes será excluído.
Att,
Polícia PELA ORDEM

Emoticon