Bandidos armados rendem vigilantes da Embraforte e roubam R$74 mil em dinheiro

A Polícia Militar corre contra o tempo para prender quatro homens que, fortemente armados, renderam vigilantes da empresa de transporte de valores Embraforte no início da manhã deste sábado, no bairro Ouro Preto, região da Pampulha, em Belo Horizonte.
Ladrões não foram presos e levaram R$74 mil em dinheiro  (Juliana Flister/EM DA Press)
Ladrões não foram presos e levaram R$74 mil em dinheiro


De acordo com militares do 34º Batalhão, os funcionários deixavam a empresa em um Fiat Palio por volta das 8h, quando foram interceptados pelos suspeitos a cerca de 100 metros depois.
Ainda segundo a polícia, depois de tomarem as armas dos vigilantes - dois revólveres calibre 38 - e obrigá-los a deitar no chão, os criminosos entraram no veículo da empresa e roubaram um malote contendo R$ 74 mil em dinheiro. Em seguida, os quatro suspeitos fugiram em um Honda Civic preto, roubado na semana passada, em direção ao Bairro São Luiz, também na Pampulha. Várias viaturas da PM realizaram buscas na região e localizaram o veículo abandonado a três quarteirões da empresa de transportes. Os policiais também receberam informações de que o grupo fugiu em um Golf prata, mas até a tarde deste sábado, ninguém havia sido localizado. 
Roubo histórico
Em setembro do ano passado, a Embraforte, foi vítima de um assalto histórico, quando foram roubados R$ 43 milhões. Na ocasião, homens fortemente armados e alguns vestidos com terno e emblema policial, e, inclusive com uma granada, fizeram reféns um tesoureiro, um funcionário da segurança e um gerente da empresa, levando-os para um sítio em Ribeirão das Neves.

Parentes desses funcionários também foram levados para o local. Na manhã seguinte, parte do grupo, foi com os funcionários para a sede da empresa, onde o assalto foi realizado. Outros funcionários foram rendidos e o dinheiro que seria usado para abastecer caixas eletrônicos na capital mineira foi levado.

A polícia não informou se há ligação entre os dois assaltos, mas a suspeita é que os criminosos tenham contado com informações privilegiadas, inclusive por alguém que conhece a empresa. Procurada pela reportagem, a Embraforte não se manifestou sobre o assalto.

fonte: site do Estado de Minas


O formulário para comentários é publico, portanto seu conteúdo é de responsabilidade daqueles que postam. Os comentários aqui postados serão, assim que publicados, avaliados pelo administrador e se constatado de conteúdo impróprio ou que ofenda a moralidade ou os bons costumes será excluído.
Att,
Polícia PELA ORDEM

Emoticon